InícioNotíciasNovena do Trabalho
Notícias

Novena do Trabalho

10 Outubro 2009

Etiquetas: Oração, Trabalho, Devoção, Novena, Brasil
São Josemaria com o P. Francisco Faus e D. Álvaro del Portillo
São Josemaria com o P. Francisco Faus e D. Álvaro del Portillo
O Pe. Francisco Faus, nascido em Barcelona em 1931, é sacerdote da prelatura do Opus Dei.
É licenciado em Direito pela Universidade de Barcelona e Doutor em Direito Canónico pela Universidade de São Tomás de Aquino, de Roma. Ordenado sacerdote em 1955, reside, desde 1961, em São Paulo, onde exerce uma intensa actividade de formação cristã e atenção espiritual entre estudantes universitários e profissionais. Também se dedica ao atendimento espiritual de sacerdotes e seminaristas


1) O que o levou a publicar a "novena do trabalho" a S. Josemaria Escrivá?
1) O que me moveu a escrever a Novena do trabalho, bem como as outras duas Novenas a São Josemaria (Novena dos enfermos e Novena da família), foi o amor ao Fundador do Opus Dei, com quem tive a graça impagável de conviver durante quase dois anos em Roma (outubro de 1953 a julho de 1955) e, depois, no Brasil (maio-junho 1974). Esse amor filial a quem sempre vi como Pai, o Padre, e a devoção que lhe tenho – como tantos outros milhares de pessoas – fizeram-me concretizar a iniciativa dessas publicações. Pensei que poderiam facilitar a muitos, de forma popular, simples e acessível, tanto o conhecimento dos ensinamentos de São Josemaria, como a ajuda da sua intercessão.

2) Ficou surpreendido com a sua difusão?
2) Fiquei. Sobretudo depois de receber pedidos de tradução de um bom número de países (inglês, francês, castelhano ...), e de ter conhecimento de que, em diversos websites dedicados a São Josemaria e ao Opus Dei, os textos dessas novenas são procurados por milhares de pessoas; também no website onde vou colocando as ( minhas publicações). Creio que, com isso, se evidencia que basta conhecer São Josemaria para amá-lo e confiar nele, e obter de Deus muitas graças. Deus faça que, pela sua intercessão, essas pequenas novenas ajudem a muitos.

3) Recebe muitas notícias sobre favores recibidos através dessa ou otra das novenas que publicou?
3) Sim, recebo, sobretudo as relacionadas com a Novena do trabalho. O próprio trabalho sacerdotal faz-me ter contato com casos que impressionam. Num dos últimos retiros para profissionais, por exemplo, um jovem arquiteto desempregado, casado há pouco e com um filhinho, contava-me que recebeu do seu médico a Novena do trabalho (nada conhecia sobre São Josemaria) e, no terceiro dia, foi chamado para um trabalho inesperado e excelente, trabalho que até agora só tem crescido sem interrupção. Estava feliz e agradecido a São Josemaria, e o apostolado que o médico fez com ele ou, melhor, a ajuda de São Josemaria, fizeram-no decidir-se a levar uma vida cristã séria e intensa.
Confesso que, embora menores em número, dão-me muita alegria as notícias que se referem a casais em crise, famílias problemáticas, etc, que, após fazerem a Novena da família, reencontraram – por intercessão de São Josemaria – a harmonia e a paz.
Tenho comprovado também a ajuda comovente da intercessão de São Josemaria – através da Novena dos enfermos –, sobretudo em casos de doentes graves, que assim souberam enfrentar o sofrimento e, em alguns casos, aceitar a morte iminente com muita fé e amor de Deus, com a paz dos filhos de Deus.

Pe. Francisco Faus
Pe. Francisco Faus
4) Conheceu diretamente a S. Josemaria? Pensava que estava ao lado de um santo?
4) Como dizia acima, conheci São Josemaria em Roma. Tive breves encontros com ele no final da década de 50 e em 1960 na Espanha. De novo, numa estadia em Roma em dezembro de 1973 e, finalmente, durante a sua estadia em São Paulo, de 22 de maio a 7 de junho de 1974. Deixei um testemunho desse convívio, especialmente dos dias brasileiros, no livro São Josemaria Escrivá no Brasil, esboços do perfil de um santo, Ed. Quadrante, São Paulo 2007. Esta obra está disponível, juntamente com as outras publicadas sobre temas espirituais, no meu website. No capítulo II, item “Fiquei com medo”, procurei descrever a convicção, a impressionante certeza que sempre tive de estar ao lado de um santo.

Livro do Pe. Francisco Faus
Livro do Pe. Francisco Faus
5) Estamos no Ano Sacerdotal, o que diz S Josemaria aos sacerdotes de hoje?
5) São Josemaria disse e escreveu muitas coisas dirigidas a sacerdotes que, a cada dia que passa, se revelam mais atuais. Tinha uma fé lúcida e uma extraordinária clarividência, dada por Deus, sobre o que é essencial e perene na vocação e na missão do sacerdote. Uma clarividência que, à medida que vão ficando para trás as sombras das crises, dúvidas e confusões que pairaram sobre o clero em decênios passados, ficam mais luminosas e estão a ajudar muitíssimos padres. Posso falar disso com “saber de experiência feito”, pois um dos meus principais encargos sacerdotais é o atendimento de sacerdotes diocesanos.
São Josemaria não se cansava de repetir que o sacerdote é “o homem do Amor”, escolhido por Deus com predileção e chamado à santidade – como todos os fiéis – através do desempenho do seu ministério, do seu “trabalho” sacerdotal. Deveria caracterizá-lo um imenso amor à Eucaristia, verdadeira loucura de Amor de Deus (Santa Missa, adoração eucarística, oração junto do sacrário, etc.); um contínuo relacionamento de intimidade, de amizade, com Jesus Cristo (alma de oração); uma grande sede de aprofundar “sapiencialmente” (com mente, coração e vida) na Palavra de Deus; um amor filial a Maria Santíssima; um grande amor à Igreja – fruto da fé –, que se traduza numa adesão sincera ao Magistério e no espírito de obediência ao próprio superior eclesiástico; uma abnegação e um espírito de serviço e de dedicação a todas as almas, sem nenhuma discriminação, que sejam um reflexo da entrega de Cristo por nós, etc, etc.
Tudo isso é um resumo paupérrimo. Mas, graças a Deus, temos publicações como a homilia Sacerdote para a eternidade, incluída no livro Amar a Igreja, que expõe a mensagem de São Josemaria muito melhor do que eu possa expressar neste breve resumo.


Artigos relacionados

Vídeo

Não me sobra tempo

Um médico pergunta a São Josemaria Escrivá há dias em que a vida profissional nos tira o tempo para tudo o resto. Que fazer para continuar a santificar-se e para orientar a casa?

Vídeo

Relações públicas, humanas e divinas

Uma mãe de família que trabalha em casa e num departamento de Relações Públicas pergunta como manter-se na presença de Deus.

Documentos

Testemunhos

Etiquetas em Notícias