InícioDocumentaçãoRelatosEleição do beato Álvaro del Portillo como primeiro sucessor de São Josemaria
Documentação
Relatos

Eleição do beato Álvaro del Portillo como primeiro sucessor de São Josemaria

Salvador Bernal

Etiquetas: Álvaro del Portillo, Fidelidade, Opus Dei
Três meses depois do falecimento de São Josemaria Escrivá a 26 de Junho de 1975, D. Álvaro del Portillo foi eleito para suceder ao fundador do Opus Dei.

São Josemaria junto a D.  Álvaro del Portillo
São Josemaria junto a D. Álvaro del Portillo
Ninguém ficou surpreendido quando, a 15 de Setembro de 1975, D. Álvaro del Portillo foi eleito por unanimidade: “Quisestes, afirmou Álvaro dirigindo-se aos eleitores, colocar o peso da Obra sobre os ombros deste pobre homem – e eu bem sei que não valho nada, que não posso nada e que nada sou -, e fizeste-lo porque sabeis que eu estive mais tempo do que qualquer outro ao lado do nosso Padre, e o que procuráveis era a continuidade. Não votastes em Álvaro del Portillo, quem elegestes foi o nosso Padre”. O Padre Álvaro del Portillo conheceu o fundador do Opus Dei em Julho de 1935. Desde então esteve sempre ao seu lado.

No próprio dia 15, pouco antes da uma hora da tarde, desceu à cripta de Santa Maria da Paz: foi a sua primeira visita ao túmulo de São Josemaria depois da eleição. Quando entrou, todos quantos ali se encontravam puseram-se respeitosamente de pé. Com a mão, D. Álvaro apontou para a sepultura. Ajoelhou-se, beijou a lousa e acrescentou:

“Onde há patrão, não manda marinheiro. E o patrão está ali. Pedi-lhe que seja ele do Céu a dirigir a Obra, e que os seus sucessores sejam simples instrumentos seus, e nada mais”.

D. Álvaro del Portillo evocou muitas vezes com grande júbilo – usava esta expressão – o conselho que recebeu do Papa Paulo VI, durante a primeira audiência privada depois do falecimento de Mons. Escrivá: “depois de me encarecer a fidelidade mais absoluta ao seu espírito, indicou-me com segurança e com alegria: sempre que tiver de resolver algum assunto, ponha-se na presença de Deus e pergunte-se a si próprio: como actuaria o Fundador? E actue em conformidade”.

D. Javier Echevarría, actual Prelado do Opus Dei, resumiria no dia 23 de Março de 1994 o trabalho de D. Álvaro à frente do Opus Dei:

“Foi um período maravilhoso, uma aventura maravilhosa, por muitos motivos. Era preciso receber o testemunho de um santo, e assumiu esse repto, se assim me posso exprimir, levando-o com garbo, com o ritmo e a força com que o nosso Fundador tinha actuado”.

Salvador Bernal , Recordando Álvaro del Portillo, Prelado do Opus Dei, trad. port., Lisboa, Diel, 1999

VIDEO BIOGRÁFICO SOBRE DOM ÁLVARO DEL PORTILLO:



Para ter mais informação sobre D. Álvaro del Portillo, aceda a este sítio da web