InícioTestemunhosNa Força Aérea
Testemunhos

Na Força Aérea

D. S., Estados Unidos

27 Janeiro 2014

Etiquetas: Céu, Terço, Encontrarás dragões
Antes de entrar na Força Aérea, quando andava na escola secundária, tinha uma fé um tanto fraca. Foi graças à minha avó que me aproximei de Deus. Todas as sextas-feiras, os meus avós reuniam a minha mãe, irmãos, tios e primos para jantar em família. A minha avó estava gravemente doente, lutando contra três tipos diferentes de cancro de uma só vez. Era uma mulher de fé, muito devota de Nossa Senhora de Fátima. Um dia convidaram-nos a rezar o Terço, e foi aí que descobri a fé, também por ver a minha avó, uma mulher simples, a passar por tanto sofrimento e ao mesmo tempo muito alegre. Talvez foi essa a maneira de que Deus se serviu para abrir o meu coração. O amor que procurava veio ao meu encontro

Pouco depois, entrei nas Forças Armadas e aí fiz outra descoberta: posso ser santo no meio do mundo. Lia com frequência um jornal on-line distribuído pela EWTN (Global Catholic Network). Um dia, quando o lia, vi um anúncio sobre um novo filme,“Encontrarás dragões”, que se estreava daí a uns dias. Surpreendeu-me porque parecia um bom filme. Pedi licença por um dia no quartel para ir vê-lo. Fiquei impressionado. Ali descobri S. Josemaria e a mensagem da santidade no meio dos afazeres de cada dia. Fazendo apenas coisas vulgares. Nunca me tinha passado pela cabeça que através das nossas ações e do arrependimento, pela nossa diligência nessas coisas, é possível alcançar o céu.