InícioDe RomaPapa em Lesbos: A viagem mais triste que fiz
De Roma

Papa em Lesbos: A viagem mais triste que fiz

Etiquetas: Dor, Generosidade, Igreja, Responsabilidade, Solidariedade, misericórdia, Papa Francisco
  Vídeo. (Rome Reports).

Durante o voo para a Ilha de Lesbos, símbolo do drama da emigração na Europa, o Papa recordou que é a viagem mais triste que fez.

PAPA FRANCISCO
"É uma viagem triste. Vamos ver a catástrofe humanitária maior depois da II Guerra Mundial”.

A situação dos refugiados nesta fronteira europeia é dramática. Escapam da guerra mas os governos não querem ajudá-los e estão a expulsá-los.

Ao pé da escada do avião foi recebido pelo primeiro ministro grego Alexis Tsipras. O Papa agradeceu-lhe a generosidade da Grécia com os refugiados.

Também o esperavam o Patriarca de Constantinopla e o arcebispo de Atenas e de toda a Grécia. Com eles, o Papa viajou num minibus até ao campo de refugiados de Moria, um lugar a que chegam os emigrantes e do qual não podem sair livremente. O campo acolhe umas 2500 pessoas que estão esperando resposta à sua solicitude de ser refugiados.

Durante mais de uma hora o Papa escutou as suas histórias, o drama que os levou até ali.
Francisco também secou as suas lágrimas.


Artigos relacionados

Vídeo

As dez grandes mensagens do Papa Francisco na Polónia

Vídeo. (Rome Reports). A vida de centenas de milhares de jovens mudou na Polónia, durante a JMJ. Viram pessoas de todo o mundo que como eles se esforçam por viver a Fé, e escutaram os exigentes conselhos do Papa Francisco.

Documentos