InícioNotíciasUma aplicação sobre a confissão
Notícias

Uma aplicação sobre a confissão

27 Março 2014

Etiquetas: Arrependimento, Confissão sacramental, Contrição, Amor, Penitência, Perdão, Josemaria Escrivá, Papa Francisco
O Instituto de S. Josemaria desenvolveu uma aplicação para ipad e iphone para ajudar a preparar-se e fazer uma boa confissão. A aplicação dá as instruções essenciais sobre o que fazer antes, durante e depois da confissão. Também inclui um exame de consciência, o ato de contrição, e o Rito da Reconciliação.

Está disponível em inglês e castelhano e pode-se descarregar aqui.

Recentemente, o Papa Francisco dedicou uma das audiências das quartas-feiras a falar sobre a Confissão: "Gostaria de vos perguntar — mas não o digais em voz alta; cada um responda no seu coração: quando foi a última vez que te confessaste? Cada um pense nisto... Há dois dias, duas semanas, dois anos, vinte anos, quarenta anos? Cada um faça as contas, mas cada um diga: quando foi a última vez que me confessei? E se já passou muito tempo, não perca nem sequer um dia; vai, que o sacerdote será bom contigo. É Jesus que está ali presente, e é mais bondoso que os sacerdotes, Jesus receber-te-á com muito amor. Sê corajoso e vai confessar-te!
Caros amigos, celebrar o Sacramento da Reconciliação significa ser envolvido por um abraço caloroso: é o abraço da misericórdia infinita do Pai. Recordemos aquela bonita parábola do filho que foi embora de casa com o dinheiro da herança; esbanjou tudo e depois, quando já não tinha nada, decidiu voltar para casa, não como filho, mas como servo. Ele sentia muita culpa e muita vergonha no seu coração! Surpreendentemente, quando ele começou a falar, a pedir perdão, o pai não o deixou falar mas abraçou-o, beijou-o e fez uma festa. E eu digo-vos: cada vez que nos confessamos, Deus abraça-nos, Deus faz festa! Vamos em frente por este caminho. Deus vos abençoe!"

Artigos relacionados

Vídeo

“Sai do anonimato e deixa que Jesus te chame pelo teu nome”

O Papa falou do Evangelho do encontro de Jesus com Zaqueu no Angelus de domingo “deixemos também que Jesus nos chame pelo nosso nome! No fundo do coração, escutemos a sua voz que nos diz: “Hoje devo ficar na tua casa; eu quero ficar na tua casa e no teu coração”.

Documentos

Etiquetas em Notícias