InícioTestemunhos
Testemunhos

Sou a janela dos meus filhos

Yi-yun, a terceira dos meus filhos, nasceu a 6 de Janeiro, festa da Epifania do Senhor. Especialmente as suas irmãs olhavam para ela cheias de encanto. Um dia, quando já tinha quatro meses, [...]

1 Agosto 2009

Yi-yun, a terceira dos meus filhos, nasceu a 6 de Janeiro, festa da Epifania do Senhor. Não tirávamos os olhos dela; as irmãs, principalmente, olhavam para ela cheias de assombro. Um dia, quando já tinha quatro meses, preparámos a câmara para filmar o seu rosto quando começasse a comer pela primeira vez. De repente, fixou o olhar num ponto e deixou de respirar. Depois de um minuto voltou à normalidade, como se nada tivesse acontecido. Levámo-la ao hospital, mas não deram com nenhum sintoma de doença. Contudo, quando saíamos da Clínica, repetiu-se o episódio. Foi internada na Unidade de Cuidados Intensivos e, pouco depois, o médico diagnosticou-lhe epilepsia.

[continuar a ler...]

O maravilhoso dom da vida

Wendy O’Bar, Houston, dona de casa, esposa e mãe, Houston, EUA

10 Julho 2009

Vince e Wendy O’Bar vivem em Houston com os três filhos. Vince é um vendedor que se sente feliz quando dedica tempo aos filhos, quando joga basquetebol com os amigos, quando bebe uma cerveja gelada nas tardes quentes. Wendy diz de si própria ser “secretária interna” da “Mansão O’Bar”e dedica-se aos filhos a tempo inteiro. Depois de visitar a sua casa alegre e animada, ninguém poderia imaginar o que a família tem sofrido nos últimos anos. Tiveram cinco filhos, mas dois deles morreram pouco depois de terem nascido devido a um problema genético grave. Com uma grande confiança em Deus, Vince e Wendy conseguiram encarar estes grandes desgostos como oportunidades para crescer juntos e apreciar o maravilhoso dom da vida.

[continuar a ler...]

Sou marido e pai. Também tenho uma vocação

Joe Keefler, engenheiro, pai de família, Stowe, Massachussets, EUA

10 Julho 2009

Joe Keefler joga futebol para ganhar. Não porque ele seja especialmente bom no futebol nem que lhe paguem por isso, mas porque assim é como ele vive a vida pondo todo o esforço nas suas actividades para as oferecer a Deus.

[continuar a ler...]

Entrevista com Rosalía López

Enquanto trabalhares, vai-Lhe dizendo palavras carinhosas

8 Junho 2009

Rosalía López vive em Roma desde 1946, para onde foi a convite de S. Josemaria. Havia apenas alguns meses que tinha decidido fazer parte do Opus Dei, enquanto trabalhava na administração doméstica da primeira residência da Obra em Bilbau. Desde então e até à partida de S. Josemaria para o Céu, em 26 de Junho de 1975, Rosalía trabalhou na sede central do Opus Dei.

[continuar a ler...]

Para nos proteger dos perigos

Hayat Hassan Ali, etíope residente no Quebeque, Canadá

31 Maio 2009

Nasci na Etiópia e agora vivo no Quebeque desde 1985. Sou a mais nova de uma família numerosa de 18 filhos.

Quando os meus irmãos e eu nos vimos na contingência de abandonar a Etiópia por causa da guerra, a minha avó coseu uma estampa de Mons. Escrivá no avesso dos nossos fatos para nos proteger dos perigos. No caminho até à fronteira tínhamos a certeza de estarmos bem acompanhados pelo nosso amigo. Durante a longa caminhada que tivemos de empreender para fugir, suportámos muita sede sem poder beber água potável. Apenas encontrávamos charcos de água suja. O guia da expedição, que conhecia a nossa devoção ao “santo”, animou-nos a rezar-lhe de joelhos. Um pouco mais adiante, ao chegar à encruzilhada de um caminho, apareceu-nos um homem vestido de branco fazendo um gesto de longe a indicar-nos: «por aqui, por aqui!». Decidimos segui-lo e deparámos com uma fonte de água clara onde pudemos saciar a sede. Não voltámos a ver o «anjo da guarda» que nos guiou até ali.

[continuar a ler...]

Uma liberdade completa

Savita Borges, professora de hindi. Nova Deli, Índia

22 Maio 2009

Quando vivia no Irão tive notícia do Opus Dei através da minha filha Shailani. A leitura dos livros de Josemaria Escrivá, abriu horizontes completamente novos na minha vida; aprendi que Deus não era um ser distante, mas que podia ter com Ele uma relação constante como com um Pai. Comecei a experimentar uma liberdade completa. Coopero principalmente com a oração, para que muitas outras pessoas cheguem a essa mesma descoberta. Também falo de Deus com os meus amigos e conhecidos, e com as pessoas que encontro no comboio ou em qualquer outro lugar, se noto, da parte delas, algum interesse pela fé. Muitas dessas pessoas são de religião hindu. Como me converti dessa religião, entendemo-nos bem.

Chamo-me Barchin e sou muçulmana

Barchin, economista, Kirguizistão

19 Abril 2009

Chamo-me Barchin e sou a filha mais velha de uma família numerosa de religião muçulmana do Kirguizistão. Estudei Economia na capital, Bishkek. Por questões de trabalho fomos para Espanha. Em Abril de 1999, a minha família e outras duas fomos a um escritório de advogados porque precisávamos de ajuda para legalizar a situação no nosso novo país. No Verão de 2000, as diligências que efectuámos tiveram solução positiva.

[continuar a ler...]

Começámos a chamar-lhe Padre

Lola Pardo Conde, Espanha

17 Abril 2009

Recordo que conheci o Padre – assim chamamos a S. Josemaria -, depois de a guerra civil espanhola ter terminado.

Vinha a Valhadolid com outros rapazes da Obra, onde foi conhecendo alunos da universidade, entre eles, o meu irmão Adolfo. De princípio, estava com eles no hotel onde ficava alojado: “Hotel España”, Hotel “Castilla”, etc. Como o trabalho apostólico crescia, procuraram um andar a que deram o nome de “El Rincón”, e no dia 2 de Maio de 1943 o Padre abençoou-o e levou uma imagem de Nossa Senhora que ficou colocada por cima do fogão da sala de estar. Aí o Padre reunia-se com os estudantes, ia-os formando no espírito do Opus Dei, e também lhes dava meditações.

[continuar a ler...]

O cristão nos meios de comunicação social

Rev. P. José Maria La Porte, jornalista, Doutor em Teologia e em Comunicação, professor de Comunicação institucional na Universidade Pontifícia da Santa Cruz, Roma

17 Abril 2009

Uma tese de doutoramento intitulada “O cristão nos meios de comunicação segundo São Josemaria. Contexto histórico e desenvolvimento espiritual e pastoral”. O autor é o Professor José Maria La Porte, sacerdote e jornalista. Doutor em Teologia e em Comunicação, professor de Fundamentos de Comunicação Institucional e de Media Training na Universidade Pontifícia da Santa Cruz, de Roma

[continuar a ler...]

Também para sacerdotes diocesanos

Enrique Pèlach, bispo emérito de Abancay, Peru. A propósito de certas perseguições…

30 Março 2009

Tive a primeira informação do Opus Dei - e muito boa - em 1941, a propósito de uma de tantas perseguições que S. Josemaria Escrivá e a sua Obra sofreram, nessa altura em Barcelona.

[continuar a ler...]